domingo, 6 de setembro de 2020

CONHECENDO O MODELO EM ESCALA DO USS GATO

 Olá amigos do Facebook. Estava em New London, Connecticut, EUA, com a finalidade de mergulhar no naufrágio do U 853, submarino alemão Tipo IX C/40 afundado em combate nas últimas horas do final da II Guerra Mundial. Era uma sepultura de guerra e estava no través da Ilha de Block Island, a 38 m, mas isto é outra história, já comentada aqui neste espaço e que voltarei descrever com mais detalhes futuramente.

Descobri que ali perto, do outro lado do Rio Thames, ficava outra cidadezinha, Groton, sede do notável Submarine Force Library & Museum, instituição de memória fundada em 1955 e como tema a Arma Submarina americana, o “Serviço Silencioso”, apelido dado pelos submarinistas da US Navy. O museu tem entrada franca, possui 33.000 peças no seu acervo e recebe 150.000 visitantes por ano.  O carro-chefe das exposições é o USS Nautilus, primeiro submarino de propulsão nuclear, lançado ao mar em 1954 e que, em 1958, atingiu o Polo Norte submerso. Passei a tarde no museu. Impressionante. 

Entretanto, o que gostaria de comentar hoje e com certeza será do gosto dos meus amigos modelistas, é um submarino classe Gato, com o lado boreste vasado, na escala 1:6 e suspenso no teto por cabos. Há um mezanino que permite ao visitante ver o interior do Gato nos seus diversos compartimentos, da proa a popa, na altura dos olhos. É um trabalho admirável nos seus mínimos detalhes. Lembrei que esta classe, junto com a Balao, foram as principais utilizadas pelos americanos na Guerra no Pacífico e se constituíram no flagelo da navegação japonesa.

Recordei também que havia visitado o USS Bowfin, um Balao  que é museu em Honolulu, Havaii e lido o eletrizante livro de Alex Kershaw, Fuga das Profundezas, que conta a história do infeliz USS Tang, um classe Balao que afundou com quase toda a tripulação ao ser atingido pelo seu último torpedo lançado e que retornou. Muito azar.

Que história!

O relato completo desta visita está no livro U Boats.