sábado, 6 de junho de 2020

TÚMULO DE MICHAEL WITTMANN - LA CAMBE


Olá amigos do Blog. O pessoal gostou bastante desta história das plaquinhas. Tenho outras. Mais "placas", mas desta vez em terra. Fui visitar o Cemitério Militar Alemão de La Cambe, Normandia, um lugar impecável, e, apesar da quantidade de turistas, havia silêncio e respeito. Um sentimento de eternidade admirável. Queria conhecer o túmulo do SS-Obersturmfüher Michael Wittmann, virtuose da arma Panzer, célebre por ter dizimado com o seu tanque Tigre I uma unidade blindada inglesa em Villers-Bogage, em 13 Jun 44. Por esta época, Wittmann já tinha na sua conta 141 tanques e 131 canhões antitanques inimigos destruídos. Reza a lenda que boa parte deste sucesso era creditada a habilidade do seu atirador, Balthasar "Bobby" Woll, que costumava acertar os tanques inimigos com o primeiro tiro. Detalhe fundamental na guerra dos blindados.

Mas como achar o túmulo de Wittmann entre 21.222 sepulturas? Fui na administração do cemitério e perguntei a uma moça francesa:
- Mocinha eu queria visitar o túmulo de...de...de... (como um estúpido, gaguejando, esqueci o nome do Wittmann, deu um branco total na hora).
-Ah, Michael Wittmann!!! Respondeu ela.
-Mas como tu sabes? Perguntei
- Todos que aqui vêm só querem saber dele! Respondeu triunfante.
Então me mostrou um mapa e, como só tinha aquele, mandou eu decorar a localização.
Muito fácil achar. Era o único túmulo com velas, flores, fotos, etc. Que coisa! Ah, a placa, sim, já ia esquecendo. Desta vez era de papel grosso, plastificado e com uma mensagem que eu queria deixar. Detentor da Cruz de Cavaleiro com Folhas de Carvalho e Espadas, Wittman faleceu em combate no dia 08 Ago 44 mas o seu corpo só foi localizado no verão de 1983. Que história!











cavaleirodasprofundezas@gmail.com

Nestor Antunes de Magalhães é 2º Ten R/1 do Exército Brasileiro, tendo servido os nove últimos anos de sua vida profissional no Museu do Comando Militar do Sul, Porto Alegre. É membro da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (FAHIMTB), mergulhador CMAS** com quatro especializações, Submarinista Honorário da Marinha do Brasil e recebeu a Medalha do Mérito Tamandaré. Mergulhou em inúmeros naufrágios por toda costa brasileira, destacando, entre outros, a participação em uma expedição exploratória no Parcel de Manuel Luís, Maranhão. Também mergulhou em naufrágios de Truk Lagoon, Hawaii, Golfo de Suez, Golfo de Aqaba, Estreito de Tiran, Estreito de Gubal e Mar Vermelho.

0 comentários:

Postar um comentário