terça-feira, 14 de abril de 2020

MERGULHO NO NAUFRÁGIO DO USS TUCKER


Olá amigos do Blog. Estava em Espiritu (é com “u” mesmo) Santo, Vanuatu, Novas Hébridas. Bem, Vanuatu é um país insular, do sul do Pacífico, constituído por cerca de 80 ilhas. Durante a II Guerra Mundial os americanos tomaram posse das principais ilhas, estabelecendo por lá uma valiosa base logístico-operacional, quase com a mesma importância de Pearl Harbor. O local atrai mergulhadores do mundo inteiro por causa dos naufrágios de guerra que tem por lá. Um deles é o transporte de tropas SS President Coolidge, e o outro o One Million Dollar Point, histórias que já foram abordadas aqui nesse espaço. Mas tinha mais.

Sabia muito bem do naufrágio do destróier da US Navy, o USS Tucker, uma embarcação da classe Mahan, com o deslocamento de 1.524 t e medindo 103 m de proa a popa.
Estava armado com cinco canhões de 127 mm, bem como torpedos, metralhadoras pesadas e cargas de profundidade. Lançado ao mar em 1936, tinha duas chaminés, um mastro trípode e a tripulação de 158 homens. Muito rápido, podia alcançar a velocidade de 37 kt.
Em 01 Ago 42, o destróier estava em missão de escolta do cargueiro SS Nira Luckenbach, em rota para Espiritu Santo. Três dias depois, entregou o navio, pegou o rumo oeste, navegou pelo canal Segond e aí penetrou em um campo de minas...americano. O capitão do Tucker não havia sido avisado do perigo. Um fato absurdo, amador, uma de cabo-de-esquadra. O destróier quase foi cortado em dois e afundou rapidamente de popa, no través da ilha Malo. Milagrosamente tiveram somente três mortos. Pouco tempo depois mergulhadores da US Navy recuperaram as armas, turbinas, ancoras, etc, e no restante da guerra a Marinha utilizou o local para treinamento. O naufrágio se encontra a 20 m e isto possibilitou o acesso fácil de mergulhadores e o navio foi completamente desmantelado. Já em 1997 parecia um ferro-velho subaquático. Lamentável.
Com o apoio da operadora Santo Island Dive, tendo como dupla a Beh Valerio e como guia o Alfredo, realizamos um excepcional mergulho no naufrágio do USS Tucker, A visibilidade era de 35 m, extraordinária. Não havia corrente e a temperatura da água permanecia em deliciosos 28 °C.
Lembro de ter lido em 2013, na conceituada revista Wreck Diving Magazine, uma nota do conhecido mergulhador Mike Gerken: “O USS Tucker: um passado de prestígio com um fim inglório”. Que história!




USS Tucker, destróier da classe Mahan, com 1524 t de deslocamento

Peça não identificada. Havia muita luz natural no naufrágio

O guia Alfredo neutro sobre os destroços do destróier

Peça desconhecida

Possivelmente a base de um dos canhões de 127 mm

Com a bandeira que será assinada pelo dupla, guia e demais participantes do mergulho. Suja de ferrugem e com o sal das profundezas, mais tarde será um memorial

Manopla de algum registro




Turco que suspendia um dos escaleres

Seria parte do mastro da bandeira da popa?

Seguindo o guia

Peça não identificada

Cabeço duplo de amarração na borda do convés

Escotilha no convés

O guia abre tampa em aço inox de uma escotilha
  
Dentro, etiqueta também em aço inox, escrito  "Engrenagem de Direção"
Na borda do convés, um olhal para cabos

Corrente e cabo que ligam a boia na superfície

Retornando do mergulho no naufrágio do USS Tucker na lancha da Santo Island Dive




cavaleirodasprofundezas@gmail.com

Nestor Antunes de Magalhães é 2º Ten R/1 do Exército Brasileiro, tendo servido os nove últimos anos de sua vida profissional no Museu do Comando Militar do Sul, Porto Alegre. É membro da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (FAHIMTB), mergulhador CMAS** com quatro especializações, Submarinista Honorário da Marinha do Brasil e recebeu a Medalha do Mérito Tamandaré. Mergulhou em inúmeros naufrágios por toda costa brasileira, destacando, entre outros, a participação em uma expedição exploratória no Parcel de Manuel Luís, Maranhão. Também mergulhou em naufrágios de Truk Lagoon, Hawaii, Golfo de Suez, Golfo de Aqaba, Estreito de Tiran, Estreito de Gubal e Mar Vermelho.

0 comentários:

Postar um comentário