sexta-feira, 3 de abril de 2020

KOREAN WAR VETERANS MEMORIAL



Olá amigos do Blog. Na matéria anterior vimos cinco artilheiros carregando um canhão no Fort Trumbull, New London, USA.

Um magnífico memorial da Guerra Civil americana, com as figuras humanas moldadas em bronze (ou resina especial?) aparentando um intenso realismo.
Mas tinha mais. Desta vez eu estava em Washington DC, EUA, para visitar alguns dos 200 museus existentes na Capital americana. Pelo caminho, conheci o Korean War Veterans Memorial e fiquei impressionado. O monumento foi inaugurado em 1995. É constituído por um muro de granito negro polido onde estão muitas fotos da guerra, um espelho de água circular e um pelotão de soldados dispostos em formação de combate sobre uma área triangular. São 19 figuras em aço inox com cerca de 2,20 m de altura cada, trabalho primoroso de Frank Gaylord e estes são o ponto alto do monumento.
Passei a maior parte de minha vida profissional no Exército Brasileiro inserido em um pelotão de infantaria. Foi gratificante, fui muito feliz. E nesta fração fundamental sempre existiam os tipos notáveis. Aprendi a conhecê-los e a comandá-los. Lá estavam "o Chefe", o "Herói", o "Assustado", o "Corpo Mole", o "Valentão", o "Reclamão", o "Sonhador", o "Atento", o "Preocupado", o "Erudito", etc.
Pois estas estátuas em aço inox do Memorial da Guerra da Coréia têm feições tão reais que consegui identificar cada um deles, como os meus soldados. Até o  descontentamento do homem que transporta uma pesada metralhadora Browning .30 M 919, é visível no seu rosto.
A Guerra da Coréia foi relativamente curta, de Jun 1950 a Jul 1953, mesmo assim, mais de 36.000 militares americanos perderam a vida. Em 2005, este memorial recebeu 3.200.000 visitantes. A entrada é franca e o memorial fica aberto 24 h. Durante o inverno, as figuras cobertas pela neve e com os ponchos esvoaçando pelo vento gelado da Coréia, oferecem uma imagem emocionante. Que história!


















                                                                                                                       Foto Shutterstock   


cavaleirodasprofundezas@gmail.com

Nestor Antunes de Magalhães é 2º Ten R/1 do Exército Brasileiro, tendo servido os nove últimos anos de sua vida profissional no Museu do Comando Militar do Sul, Porto Alegre. É membro da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (FAHIMTB), mergulhador CMAS** com quatro especializações, Submarinista Honorário da Marinha do Brasil e recebeu a Medalha do Mérito Tamandaré. Mergulhou em inúmeros naufrágios por toda costa brasileira, destacando, entre outros, a participação em uma expedição exploratória no Parcel de Manuel Luís, Maranhão. Também mergulhou em naufrágios de Truk Lagoon, Hawaii, Golfo de Suez, Golfo de Aqaba, Estreito de Tiran, Estreito de Gubal e Mar Vermelho.

0 comentários:

Postar um comentário