quarta-feira, 30 de outubro de 2019

VENDA DO LIVRO DE GUADALCANAL A CRETA - RECEBA-O EM CASA


O livro De Guadalcanal a Creta – Mergulhando na História tem 327 páginas e mais de 500 fotografias. É uma leitura valiosa para os adoradores de História Militar e os mergulhadores de naufrágio. Reserve o seu exemplar pelo e-mail ulissess18@yahoo.com.br e receba-o em casa, via postal registrada para qualquer cidade do Brasil, autografado pelo autor. O valor total é de apenas R$62,00.



domingo, 27 de outubro de 2019

LIVRO DE GUADALCANAL A CRETA



Amigo Nestor

Apreciar de tão perto o desenvolvimento do seu trabalho tem sido um grande prazer e honra. Desde o primeiro livro, U Boats - Mergulhando na História, que posso dizer que vi nascer, passando por De Truk a Narvik, que tive o privilégio de produzir o prefácio, cada nova aventura, cada nova pesquisa, sempre é um mergulho emocionante que aguardo com imensa satisfação.
Agora neste novo livro, a abrangência de sua busca e dedicação ao trabalho, com certeza, lhe credencia a ser um dos maiores pesquisadores do assunto no Brasil. No entanto, ainda mais importante do que isso, você nos brinda com histórias de dramas e sofrimentos; porém contadas de forma leve e apaixonante.
Transformar a narração de uma das maiores batalhas do Pacífico, como Guadalcanal, em momentos de leitura tão agradáveis constitui uma arte que poucos conseguem atingir; você, meu amigo é um craque! Malta, Palau, Normandia, Creta e os demais cenários desfilam à frente de nossos olhos como se nós mesmos fôssemos personagens daquele momento narrado por você, e isso tudo é intenso, real e nos empolga.





sexta-feira, 18 de outubro de 2019

O MAIALE NO MUSEO STORICO NAVALE - VENEZA


Olá amigos do Blog. Estava em Veneza. Tinha planejado conhecer o Museo Storico Navale. Eu sabia que nele, havia em exposição, um "torpedo humano" e isso era muito importante. Esses engenhos de assalto italianos, conhecidos como Maiale, haviam penetrado como uma sombra no porto de Alexandria na noite de 18 Dez 41 e colocados fora de combate por vários meses os encouraçados ingleses HMS Queen Elizabeth e HMS Valiant. Também danificaram seriamente o destróier HMS Jervis e o petroleiro Sagona. Esses torpedos mediam 6,7 m, pesando 1.200 kg e propulsionados por motor elétrico, alcançavam a velocidade máxima de 4,5 kt. Eram tripulados por dois mergulhadores que iam montados no engenho e podiam submergir até 25 m.

No nariz da arma, havia uma ogiva com 300 kg de alto explosivo que deveria ser retirada e colocada sob ou presa ao casco no navio inimigo. Feito isto, um dispositivo de tempo era acionado e os mergulhadores deveriam utilizar o Maiale como veículo de fuga.
Naquela noite, os Maiales foram transportado até as proximidades do porto pelo submarino convencional Scirè. Estavam abrigados em contêineres a prova dágua.
Estes torpedos faziam parte da mais perigosa unidade da Marinha italiana, a Divisão Submarina da 10ª MAS Flotiglia e no célebre ataque ao porto de Alexandria, o grupo era liderado pelo capitão De La Penne. Que história! Vamos ver as fotos?