segunda-feira, 2 de setembro de 2019

THE NATIONAL MEMORIAL CEMETERY OF THE PACIFIC


Olá amigos do Blog. Estava em Honolulu, Havaí e, como havia planejado, fui ao The National Memorial Cemetery of the Pacific, um cemitério militar construído em 1948 dentro da cratera do vulcão Puowaina. Procurava algo especial, o túmulo do Sgt USMC Henry Oliver Hansen, do 28º Btl US Marines. Ele havia sido um dos fuzileiros que ergueram a primeira bandeira no alto do Suribachi, durante a Batalha de Iwo Jima. O cemitério era enorme e não havia mais ninguém. Com exceção de alguns alegres corvos e uma turista alemã, o local estava deserto. Eram quase 11.600 sepulturas com mortos identificados e 2.079 de desconhecidos. Naquele solo sagrado havia despojos que vieram de Guadalcanal, China, Burma, Saipan, Guam, Okinawa, Iwo Jima. Procurei por quase uma hora e foi por pura casualidade que encontrei a sepultura do Sgt Hansen. Estava perto da lápide de um soldado desconhecido morto em Pearl Harbor quando do ataque japonês e não muito distante do túmulo de um jovem de 20 anos chamado Willian Halyburton, detentor da Medalha de Honra. O Sgt Hansen integrava uma patrulha de combate com 40 homens que escalou o monte Suribachi em 23 Fev 45. No cume, ele hasteou a bandeira americana com um cano a guisa de mastro. Bandeira do primeiro invasor jamais plantada em solo territorial japonês em 4.000 anos. A cena foi preservada pelo fotografo Louis R. Lowery. Horas mais tarde uma nova bandeira, bem maior, foi erguida por 5 marines e um marinheiro, sendo este momento fixado na História pelo fotógrafo Joe Rosenthal. A mais famosa fotografia da Guerra no Pacífico. Aquela que todos conhecemos. Hansen faleceu em combate em Iwo Jima no dia 01 Mar 45. Que história!

















cavaleirodasprofundezas@gmail.com

Nestor Antunes de Magalhães é 2º Ten R/1 do Exército Brasileiro, tendo servido os nove últimos anos de sua vida profissional no Museu do Comando Militar do Sul, Porto Alegre. É membro da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (FAHIMTB), mergulhador CMAS** com quatro especializações, Submarinista Honorário da Marinha do Brasil e recebeu a Medalha do Mérito Tamandaré. Mergulhou em inúmeros naufrágios por toda costa brasileira, destacando, entre outros, a participação em uma expedição exploratória no Parcel de Manuel Luís, Maranhão. Também mergulhou em naufrágios de Truk Lagoon, Hawaii, Golfo de Suez, Golfo de Aqaba, Estreito de Tiran, Estreito de Gubal e Mar Vermelho.

0 comentários:

Postar um comentário