quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

TERROR HÁZA - A CASA DO TERROR

É um museu singular que ocupa um prédio de três andares situado na elegante Av Andrássy nº 60, Budapeste. Aberto em 2002, é também um local destinado a memória de todas as vítimas do Nazismo e do Comunismo, regimes totalitários que martirizaram a Hungria no século XX. Ali muitas pessoas foram detidas, interrogadas, torturadas e algumas executadas. Uma das peças interessantes que compõem o acervo é a bandeira  húngara onde o emblema comunista, no centro,  foi cortado à faca durante a revolta de 1956. O clima é pesado, opressivo e fica mais intenso ainda ao final, quando o visitante desce por um elevador escurecido até o subsolo do edifício onde se localizam as salas de interrogatório, celas e até uma forca. O museu lembra a todos de algo muito sinistro e que jamais deverá voltar.










 

sábado, 3 de fevereiro de 2018

NOVAMENTE O MUSEU DE HISTÓRIA MILITAR DE VIENA

Prezados amigos do Blog. Em matéria anterior sobre esse museu militar, vimos a exposição do atentado de de Sarajevo que assassinou o arquiduque Francisco Fernando e sua esposa Sofia. Como comprovamos, lá estão, entre outras valiosas peças que transportam o visitante ao atentado de 1914, o automóvel Gräf & Stift que conduzia o casal bem como a roupa ensanguentada do arquiduque. Contudo,  embora eu considere esse automóvel intacto como o objeto mais importante de todas as exposições, o museu tem muito mais a mostrar. Confiram as fotos.