quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

MUSEU DE HISTÓRIA MILITAR DE VIENA E O ATENTADO DE SARAJEVO

Este primoroso museu militar, conhecido como Heeresgeschichtliches Museum, é o mais importante das Forças Armadas Austríacas. Com certeza, a peça mais valiosa do seu acervo é o automóvel Gräf & Stift conversível, onde viajavam o arquiduque Francisco Fernando, herdeiro do Império Austro-húngaro e sua esposa Sofia, duquesa de Hohenberg. Ambos foram assassinados em Sarajevo, Sérvia, no dia 28 de junho de 1914 pelo jovem Gavrilo Princip. Para tal ato, ele utilizou uma pistola Browning FN M1910 de calibre .380, uma bala um tanto anêmica para um atentado de tal envergadura. Mesmo assim, Gavrilo disparou a não mais de 5 m, atingindo o arquiduque no pescoço e a duquesa no ventre, matando ambos em alguns minutos. O curioso é que há um furo de entrada de projétil na direita da lataria do carro, identificado como o tiro que matou Sofia. Realmente, se for real, seria uma trajetória  muito estranha para a bala .380.
Em exposição, também no mesmo local, estão a farda ensanguentada de Francisco Fernando, os sapatos e três pistolas Browning FN, armas utilizadas pelo grupo de terroristas. Uma delas tem o número 19074 e é identificada como a arma de Gavrilo.
Todos os conspiradores, membros de uma  organização nacionalista sérvia conhecida como Mão Negra,  foram presos e julgados. Alguns enforcados e Gavrilo recebeu a pena de 20 anos de prisão mas morreu tuberculoso algum tempo depois.Este atentado é considerado por muitos historiadores, como o fato que acendeu o estopim da Primeira Guerra Mundial, conflito que irá matar milhões de pessoas de 1914 a 1918. Que história!







cavaleirodasprofundezas@gmail.com

Nestor Antunes de Magalhães é 2º Ten R/1 do Exército Brasileiro, tendo servido os nove últimos anos de sua vida profissional no Museu do Comando Militar do Sul, Porto Alegre. É membro da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (FAHIMTB), mergulhador CMAS** com quatro especializações, Submarinista Honorário da Marinha do Brasil e recebeu a Medalha do Mérito Tamandaré. Mergulhou em inúmeros naufrágios por toda costa brasileira, destacando, entre outros, a participação em uma expedição exploratória no Parcel de Manuel Luís, Maranhão. Também mergulhou em naufrágios de Truk Lagoon, Hawaii, Golfo de Suez, Golfo de Aqaba, Estreito de Tiran, Estreito de Gubal e Mar Vermelho.

0 comentários:

Postar um comentário