sábado, 1 de julho de 2017

O JUNKERS 87 R STUKA DE PRIMOSTEN - CROÁCIA

Recentemente mergulhei e explorei o naufrágio de um bombardeiro Junkers 87 que se encontra ao sul da Ilha Zirge, 23 km ao noroeste da pequena cidade de Primosten, Dalmácia. O avião era empregado pela Regia Aeronautica italiana e foi abatido por fogo antiaéreo iugoslavo em abril de 1941. O Stuka, com exceção do leme e do motor Junkers Jumo 211 que foram arrancados, se encontra em bom estado de conservação, pousado em um fundo de areia a 30 m de profundidade. O meu guia foi o mergulhador croata Borko Pursic, da Dive Center Pongo, Primosten.

O cockipt do Stuka

Metralhadora MG 17 na asa direita

Cauda sem o leme que está caído nas proximidades

Posição da metralhadora MG 15 do artilheiro de cauda

Sentando no lugar do piloto

As características asas em forma de  "W"

cavaleirodasprofundezas@gmail.com

Nestor Antunes de Magalhães é 2º Ten R/1 do Exército Brasileiro, tendo servido os nove últimos anos de sua vida profissional no Museu do Comando Militar do Sul, Porto Alegre. É membro da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (FAHIMTB), mergulhador CMAS** com quatro especializações, Submarinista Honorário da Marinha do Brasil e recebeu a Medalha do Mérito Tamandaré. Mergulhou em inúmeros naufrágios por toda costa brasileira, destacando, entre outros, a participação em uma expedição exploratória no Parcel de Manuel Luís, Maranhão. Também mergulhou em naufrágios de Truk Lagoon, Hawaii, Golfo de Suez, Golfo de Aqaba, Estreito de Tiran, Estreito de Gubal e Mar Vermelho.

0 comentários:

Postar um comentário